Seria um sonho?! Quem nunca desejou que existisse uma cerveja que não desse aquelas marteladas na moleira no dia seguinte? Pois bem, há alguns anos, pesquisadores australianos revelaram ter inventado a primeira cerveja isotônica da história. Segundo eles, esta cerveja ao mesmo tempo que desidrata, por conta do álcool, repõe os eletrólitos e tchau ressaca!

Após este anúncio, diversas marcas afirmaram ter uma cerveja isotônica infalível. Então, no final do ano passado, uma cervejaria holandesa lançou uma cerveja que promete, mais do que não dar ressaca, ela promete curar a ressaca. Um pouco audacioso, mas é isso mesmo, o criador da “Helder”, que significa “brilhante” em holandês,  promete que sua cerveja tem o poder de nos curar dos males causados pelo álcool no dia seguinte à bebedeira.

Por enquanto, ela ainda não está sendo engarrafada e nem possui rótulo. A Helder está em fase de testes, sendo vendida em alguns pontos centrais em Amsterdã. É bastante difícil de encontra-la, já que sua produção é limitada e sua saída tem sido bastante estrondosa. O que se sabe é que o seu sabor é bastante similar ao das pilsens e que quem entornar o equivalente a 8 half pints dela, deverá acordar 100% livre da ressaca no dia seguinte.

O criador desta grande promessa, Thomas Gesink, revelou os ingredientes básicos e mágicos da cerveja antirressaca. Seriam eles: casca de salgueiro, gengibre, sal marinho e vitamina B12. Estes seriam os ingredientes (mas não sabemos se todos) que ajudaram na reposição de líquido, assim eliminando a ressaca.

Mas é claro que há muita gente duvidando desse prometido milagre e altas discussões estão rolando em torno do assunto. Se é lenda urbana ou não, se é só auto promoção ou não, não sabemos. Mas que bate uma vontadezinha de tomar um porre da Helder “só” para saber se é real esse papo de antirressaca ou não, ahhh isso dá!

Comment